Outubro rosa – A prevenção pode mudar sua vida

Outubro rosa - A prevenção pode mudar sua vida

Década de 1990, um laço rosa é distribuído para diversas pessoas em Nova York (EUA), como um símbolo extremamente importante de luta e prevenção ao câncer de mama. Desde então, o Outubro Rosa se tornou um movimento mundial que compartilha informações, promove a conscientização sobre o câncer de mama e aponta uma esperança no tratamento da doença e na redução do alto índice de mortalidade.

Câncer de mama

O câncer de mama é um dos que mais acomete mulheres em todo o mundo. No Brasil, a doença ocupa a primeira posição em mortalidade por câncer entre as mulheres.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), em 2021 foram estimados 66.280 casos novos de câncer de mama no Brasil, com um risco estimado de 61,61 casos a cada 100 mil mulheres.

Uma informação importante é que, além das mulheres, homens também podem ter a doença. Apesar de raro, estimativas indicam que 1% dos casos de câncer de mama afeta os homens brasileiros.

Prevenção

Uma das primeiras formas de prevenção ao câncer de mama é conhecer o próprio corpo. O chamado autoexame é um hábito que ajuda a detectar possíveis alterações nas mamas.

Três etapas são importantes para que o autoexame seja feito da maneira correta, são elas: observação em frente ao espelho, apalpação durante o banho e a apalpação deitada.

Além dessa prevenção que é conhecer o próprio corpo, para aumentar a possibilidade de um diagnóstico precoce do câncer de mama é recomendado que as mulheres procurem um ginecologista e façam exames de rotina.

Mamografia

A mamografia é um exame de rastreamento. É recomendado que a partir dos 50 anos, as mulheres façam a mamografia uma vez a cada dois anos.

Deve-se observar também os riscos de se fazer mamografias de rotinas quando a mulher não tem sintomas. Isso porque, antes dos 50 anos, as mamas são mais densas e com menos gordura, limitando o exame e gerando muitos resultados incorretos e  riscos.

Direito à saúde

É importante destacar que a saúde é um direito da população e um dever do Estado. Com isso, a mulher deve sempre se informar para obter informações sobre o acesso aos serviços.

O câncer de mama apresenta sinais e sintomas na sua fase inicial. Detectá-los pode evitar que a doença se espalhe, resulta em tratamento menos agressivos e principalmente, aumenta as chances de cura, reduzindo a mortalidade.

Nesse Outubro Rosa e em todos os dias: se conheça, se cuide, se ame e escolha sempre a prevenção.

Texto: Igor Holanda, social media – Faculdade FAMA

Comente